Artistas

La Yegros
Argentina
cumbia / folk / eletrónica

Alegre, vibrante e carismática. Mariana Yegros - aka La Yegros - cresceu no coração de Buenos Aires, umas das mais cosmopolitas metrópoles sul-americanas, sem prescindir da herança dos ritmos da cumbia. O seu imaginário sonoro moldou uma personalidade indissociável dessa origem mestiça, mas com toda a modernidade e um olhar global, conferindo-lhe o título de primeira-dama da cumbia digital. La Yegros chega ao Festim para três grandes noites, numa combinação explosiva da música urbana, eletrónica e folclórica, incorporando uma atitude punk e uma energia contagiante a descobrir ao vivo. Um irrecusável convite para dançar!

Mariana Yegros – voz
Gabriel Ostertag – percussão e eletrónica 
David Maldonado – guitarra 
Damien Issertes – acordeão 

Águeda Qui 12 julho 22h Largo 1º Maio (AgitÁgueda)
Estarreja Sex 13 julho 22h Cine-Teatro de Estarreja
Sever do Vouga Sáb 14 julho 22h Centro das Artes e do Espectáculo

La Caravane Passe
França
rap / jazz manouche / balcânica / rock alternativo

Estes franceses são loucos! O 10º Festim abre com a força toda. Diante de La Caravane Passe, o apelo é irresistível e o público vai saltar. Este coletivo mistura rock francês com música cigana e mescla rap e ska com ‘chanson française’, num verdadeiro apelo à festa. Igual mestiçagem nas letras das canções, numa língua misturada que conta histórias de viagens, de fronteiras e culturas. Regressam a Portugal, ao fim de muitos anos, já com um estatuto incontornável no seu país e uma crescente internacionalização. Música a um ritmo eletrizante e uma energia inigualável, a partilhar com todo o público dos seus concertos. Até os cães ladram!

Toma Feterman - voz, guitarra, banjo, trompete
Olivier Llugany - voz, teclados, trombone, fliscorne
Cyril Moret - clarinete, flauta, saxofone
Pat Gigon - bateria, loops 
Ben Body - baixo

Albergaria-a-Velha Sex 22 junho 22h Quinta do Torreão (Albergaria ConVida)
Sever do Vouga Sáb 23 junho 22h Centro das Artes e do Espectáculo

Waldemar Bastos
Angola
pop Africana / música angolana

Waldemar Bastos é um dos mais consagrados artistas lusófonos no mundo. Apelidado de ‘Lenda Africana’, Waldemar canta uma Angola sem fronteiras. A música corre-lhe no sangue desde criança, construindo pontes a partir de África, navegando pelo afropop, pelo fado e por influências brasileiras, numa sonoridade que abraça toda a lusofonia. Apresenta-se com o seu violão de M’Banza Congo, sua terra natal, cantando a alma angolana num pungente apelo à fraternidade entre os povos. Waldemar Bastos considera a sua música como reflexo das suas experiências de vida. E o Festim será uma delas!

Waldemar Bastos – voz e violão
Nick Trovoada – percussão e voz
Rui Vieira – violão e voz
João Mouro – guitarra e voz

Águeda Qui 19 julho 22h Largo 1º Maio (AgitÁgueda)
Estarreja Sex 20 julho 22h Cine-Teatro de Estarreja