Artistas

Hang Massive
Suécia / Inglaterra

Do top de visualizações do youtube para os palcos, Hang Massive são um fenómeno global e chegam ao Festim após uma digressão por mais de vinte países. Danny e Markus são ambos tocadores de hang, fascinante instrumento inventado há apenas duas décadas, cujo magnífico som resulta das vibrações de uma espécie de disco voador metálico. O concerto ao vivo de Hang Massive, inspirado no seu último disco “Luminous Emptiness”, leva-nos por uma viagem interior épica, numa fusão especial entre a incrível sonoridade acústica do hang e os ambientes eletrónicos. O Festim 2019 começa com música na ponta dos dedos.

Danny Cudd - hang
Markus Offbeat - hang

Águeda Qua 19 junho 22h CAA - Centro de Artes de Águeda

Rocío Márquez
Espanha

Rocío Márquez, deslumbrante figura do cante flamenco, é dona de uma voz e de um virtuosismo raros. A sedução do flamenco em pessoa. Tornou-se uma das ‘cantaoras’ da sua geração com maior projeção, vivendo na confluência do flamenco com outras linguagens. Vários álbuns e prémios depois, Rocío tem uma carreira sólida pelos palcos do mundo, arriscando e inovando caminhos para a sua música. Com o seu novíssimo álbum “Visto en el Jueves” na bagagem, Rocío Márquez promete, em duas arrebatadoras noites de Festim, um exercício de modernidade sobre a memória cultural do flamenco. Olé!

Rocío Márquez - voz
Canito - guitarra
Agustín Diassera - percussão

Albergaria-a-Velha Sex 21 junho 22h Cineteatro Alba
Sever do Vouga Sáb 22 junho 22h Centro das Artes do Espectáculo

Otava Yo
Rússia

Imagine-se um bando de músicos, saídos das melhores escolas de música erudita, que pegam em antigas canções tradicionais russas e as transformam em hits construídos propositadamente para dançar, seja de forma ordeira ou mais ou menos caótica. Junte-se a isso uma dose de sentido de humor, um visual original, vozes pujantes e a convivência de instrumentos tradicionais e elétricos para se começar a perceber o que nos espera. Trazem as orgulhosas tradições do folclore russo para a era digital. Da Rússia, com amor, os Otava Yo mostram-nos com quanta energia e loucura se faz um Festim!

Belkin Alexey – gaita de foles, gusli, zhaleika
Sergeev Petr - bombo
Shikhardin Dmitrii - violino, voz
Skosyrev Aleksei – guitarra e voz
Lina Kolesnik – violino e voz
Nikiforov Denis - percussão
Telegin Vasilii - baixo  

Oliveira do Bairro Sex 28 junho 22h Quartel das Artes
Oliveira de Azeméis Sáb 29 junho 22h Praça da Cidade

Volosi
Polónia

Em estreia absoluta em Portugal, este fabuloso quinteto de cordas é exímio no repertório tradicional de melodias e danças dos Cárpatos polacos, em arranjos iluminados pela escola clássica e pelo jazz, com influências da improvisação, da música erudita e do rock. Uma combinação irresistível, universalmente aclamada, conquistando públicos de grandes festivais e de prestigiadas salas de concertos de todo o mundo. Estes polacos ultrapassam os limites das suas cordas de forma absolutamente criativa e emocionante. Uma vez ouvidos, jamais serão esquecidos. Volosi, no Festim, para partirem as cordas todas!

Krzysztof Lasoń - violino
Zbigniew Michałek - violino
Jan Kaczmarzyk - viola
Stanisław Lasoń - violoncelo
Robert Waszut – contrabaixo

Estarreja Sex 5 julho 22h Cine-Teatro de Estarreja
Sever do Vouga Sáb 6 julho 22h Centro das Artes do Espectáculo

Artista 5

a revelar

Artista 6

a revelar

Artista 7

a revelar

Artista 8

a revelar